Ataque russo no sul da Ucrânia faz 2 mortos e 25 feridos

Internacional

A cidade de Krivi Rig foi o epicentro de um novo ataque de mísseis russos contra edifícios residenciais, informaram as autoridades ucranianas na segunda-feira (31.07.2023). De acordo com as primeiras informações, duas pessoas foram mortas e 25 ficaram feridas. Horas depois do atentado, as equipas de salvamento continuavam a procurar pessoas desaparecidas nos escombros.

Um dos dois mísseis atingiu um edifício de quatro andares e uma instituição de ensino, enquanto o outro atingiu um bloco de nove andares, onde ocorreram as mortes, disse o Ministério do Interior. O único interesse militar nesta cidade de pouco mais de 600.000 habitantes pode ser o facto de ser a cidade natal do presidente. Volodimir Zelensky.

“As equipas de salvamento estão a trabalhar nos escombros”, informou o Ministério do Interior em comunicado. Entre os feridos encontram-se quatro crianças, segundo a mesma fonte, enquanto entre cinco e sete pessoas estão presas nos escombros. O ministro Ihor Klymenko explicou que o edifício de nove andares foi destruído “do 4º ao 9º andar”.

Ler mais “Terrorismo russo”

“Eles bombardeiam edifícios residenciais, um edifício universitário, um cruzamento. Infelizmente, há mortos e feridos. Pode haver pessoas sob os escombros”, comentou o presidente ucraniano no Facebook, denunciando novamente o “terrorismo russo”.

Nas imagens divulgadas pelo presidente, um edifício residencial pode ser visto destruído em vários andares e enegrecido pelo fogo. A rua em frente ao edifício está cheia de destroços. O estabelecimento de ensino tem um buraco no centro, de acordo com as imagens. Em junho passado, um edifício e um armazém já tinham sido bombardeados pelos invasores, matando doze pessoas.

As autoridades ucranianas referiram ainda outros ataques no sul e nordeste do país, onde se concentra a contraofensiva lançada pelo exército ucraniano. Kiev para reconquistar o território ocupado pelos russos. Os ataques russos em Kherson causaram um morto (um funcionário municipal), enquanto em Kharkov se registou outra vítima mortal, segundo as autoridades regionais.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *