Rússia e Ucrânia acusam-se mutuamente de destruição parcial de barragem hidroeléctrica

Internacional

A Rússia e a Ucrânia acusaram-se mutuamente, na terça-feira, da destruição parcial de uma barragem hidroeléctrica. na frente sul do conflito que, segundo as autoridades ucranianas, provocou a inundação de aldeias e a evacuação de habitantes.

As forças ucranianas levaram a cabo “ataques múltiplos” contra a barragem de Kakhovka, numa parte da região de Kherson ocupada pela Rússia, afirmou no Telegram o presidente do município de Nova Kakhovka, nomeado por Moscovo, Vladimir Leontiev.

O funcionário municipal acrescentou que estas acções destruíram as válvulas de escape da barragem e provocaram “um fluxo incontrolável de água”.

“A barragem não foi destruída e isso é uma grande sorte.”disse ele.

Por seu lado, o exército ucraniano acusou a Rússia, numa declaração, de ter detonado a barragem.

O chefe da administração militar ucraniana em Kherson, Oleksander Prokudin, disse que várias aldeias estavam “total ou parcialmente inundadas” e que tinham começado a evacuar as pessoas da área.

“Cerca de 16.000 pessoas estão na zona crítica na margem direita da região de Kherson”, disse Prokudin nas redes sociais.

O Presidente ucraniano Volodimir Zelensky convocou urgentemente o seu Conselho de Segurança, anunciou o chefe da administração presidencial ucraniana, Andriy Yermak, no Telegram, denunciando um “crime de guerra”.

Por seu lado, a administração pró-Moscovo na zona ocupada de Kherson afirmou que várias localidades perto do reservatório registaram uma subida do nível da água, mas que a situação não era crítica.

“Se necessário, estamos prontos a evacuar os habitantes das aldeias ribeirinhas”.O chefe do governo da região de Kherson, Andrei Aleksenko, disse numa declaração que a sua vida não está em perigo e pediu “para não entrar em pânico”.

A barragem de Kakhovka, tomada desde o início da ofensiva russa na Ucrânia, fornece água à península da Crimeia, anexada em 2014 por Moscovo.

Erguida no rio Dniepr em 1956, durante o período soviético, foi construída em parte em betão e em parte em terra.

É uma das maiores infra-estruturas do seu género na Ucrânia.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *