A jogadora da UC foi agredida pelos adeptos da U’s após o Clássico Universitário: estava à espera de um autocarro para regressar a casa

Desporto Economia Internacional

Uma situação lamentável ocorreu este domingo nas imediações do estádio Bicentenario, em La Florida, após o jogo feminino do Clásico Universitario, que terminou com a vitória da U por 4-1 sobre a UC. Bárbara Koster, jogadora do Crusaders, foi agredida por adeptos azuis.

Através das suas redes sociais, a organização “Católica para a sua gente” denunciou esta agressão cobarde, que ocorreu enquanto Koster esperava pelos transportes públicos na rua Enrique Olivares, no exterior do estádio onde a UC disputou o seu jogo em casa.

“Testemunhámos como alguns dos jogadores da equipa profissional tiveram de deixar o estádio em transportes públicos. Neste contexto, a jogadora Bárbara Koster estava à espera na paragem de autocarro da rua Enrique Olivares, quando foi atacada com uma garrafa e impedida de entrar no autocarro”, afirmou a organização num comunicado em que também criticou outros aspectos relacionados com o estádio da UC em La Florida.

Tendo em conta a comoção gerada por esta queixa, Crusaders recorreram às suas redes sociais e garantiram que havia um autocarro para o transporte de cada membro da sua delegação, mas a própria Bárbara Koster preferiu ir de transportes públicos com a sua família.

“Em resposta à situação de uma das nossas jogadoras no final do clássico universitário, Bárbara Koster, gostaríamos de informar que o nosso clube tinha um autocarro disponível para transportar toda a delegação de e para o estádio. Após o jogo, a nossa jogadora decidiu ir-se embora com a sua família, mas infelizmente há quem não compreenda que a rivalidade se mantém apenas no campo”, declarou a empresa presidida por Juan Tagle.

“Barbara está felizmente bem e esperamos que este tipo de situação não volte a acontecer. Mais uma vez, apelamos enfaticamente ao fim da violência no futebol”, acrescentou o concessionário que gere o clube de futebol da UC.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *