Lucero falou do seu conflito com o Colo Colo no regresso ao Chile: “Nunca se faz nada com más intenções”.

Desporto Economia Internacional

O argentino Juan Martín Luceroque está a defrontar o Colo Colo Colo num litígio que chegou à FIFA, regressou ao nosso país como jogador do Fortaleza do Brasil, para defrontar o Palestino num duelo da Copa Sul-Americana.

E no seu regresso a solo chileno, além de marcar o golo que selou a vitória da sua equipa por 2-1 sobre o Palestino em El Teniente de Rancagua, o “Gato” referiu-se à sua controversa saída do “Cacique”.

“Estas são situações que acontecem no futebol. Nunca se faz nada com más intenções. Acontece a toda a hora que um jogador muda de clube e aqui (no Chile) aconteceu de uma certa maneira e é isso. É preciso encarar as coisas como elas acontecem, com a cabeça erguida e acreditando sempre na pessoa”, disse Juan Martin Lucero, em entrevista ao DSports.

Além disso, o atacante argentino de 31 anos disse que recebeu muito carinho em seu retorno ao Chile. “Muito bem, graças a Deus. As pessoas que encontrei, hoje muitas pessoas foram ao hotel, também aqui em Rancagua, para me mostrar seu carinho, para me cumprimentar e a verdade é que isso enche meu coração. Isso deixa-me muito contente e muito feliz”, disse.

“Eu tive um ano incrível no Colo Colo. Não só em termos desportivos, mas também em termos de família, conheci muitas pessoas que me deram muito carinho. Só tenho palavras de agradecimento para o Chile e para as pessoas do Colo Colo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *